>

Derrepente.



Em algum dia do mês, em algum mês do ano eu te vi passar. Parei pra olhar, pois chamasse minha atenção. Não sei o que me chamou a olhar pra ti naquela hora, só sei que meu olhar se desviou e. Talvez eu não soubesse e aquilo seria um sinal querendo me dizer que um dia eu ia te amar. Diremos que meses, 1 ano ou 2 anos depois, a gente veio a se encontrar. Mas agora, não apenas te ver passar, nem você só me ver te olhando. Agora iríamos ter contatos "bárbaros". Um dia você tava sentado todo largado e bem à-vontade com um cigarro na mão conversando com seus e meus amigos e... Só lembro que olhei pra você e não escutei nada por alguns minutos! E então pensei: sem chances. Mas aconteceram tantas coisas que só ajudaram para que todo meu amor virasse só teu. Contando daquele dia do cigarro na mão pra cá, são 7 meses, e eu estou aqui ainda. Hã, não sei como isso foi acontecer, como eu consigo esperar por ti.. Só sei que eu espero e pronto.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

tadinha de você disse...

deixa de ser besta!

Ana Meira disse...

Eu mesma posto e eu mesma comento me desiludindo. Nem me lembro de quem estava falando nesse texto.

Ana Meira disse...

Lembrei pra quem foi e o-k, foi na minha epoca emo.

Postar um comentário

Prometo que te respondo, tá? ;}