>

Pequenos detalhes do presente que fazem a diferença no futuro



Para pra refletir: Você presta atenção nos pequenos detalhes do seu dia?  Acho que ninguém presta. Hoje o dia tá corrido demais pra pequenas coisas serem percebidas, certo? É bem assim.  Mas esses detalhes serão percebidos um dia. Falo por experiência de causa. Presta atenção:

Em 2004 reprovei a 8º série (9º ano agora, né?). Eu já estava preparada, mesmo assim fiquei triste em ter que sair da escola em que estudava. No ano seguinte (2005) fui pra uma escola menor e mais barata (mas com um ensino de primeira, diga-se de passagem), na minha sala só tinha 14 pessoas.

A 14º pessoa era um menino de 1,46 cm eu acho Ahaha e 13 anos. Tão inteligente, tão fofinho, tão pequenininho... Foi só ganhar intimidade que já fui logo dizendo que ele era meu namoradinho.

Aí um dia meu namoradinho pegou meu caderno e fez isso na ultima folha:



 Será que ele tava gostando de mim de verdade? Melhor acabar com a brincadeira, não é?

O ano acabou. E a escola era só até a 8º série. Me separei mais uma vez das amizades que conquistei.  Porém minhas amigas entravam sempre em contato comigo, nunca deixando a amizade morrer.

Três anos depois, tava em crise no namoro e ele tava a um fio pra acabar. O garoto era muito infantil, ciumento e burro. Afastou todos os meus amigos de mim, olha que absurdo! Simplesmente entrou no meu MSN e apagou todos os garotos dos meus contatos. Mas eu ri, ele se esqueceu de deletar o MSN do garotinho pequeno, fofinho e inteligente.

Antes mesmo de o namoro acabar, eu e o garotinho começamos a nos falar novamente. Não que tínhamos deixado, mas eu tinha passado muito tempo ausente do mundo virtual. A principio relembrávamos os tempos do colégio. Depois começamos a falar sobre vestibulares e afins.

No penúltimo dia de namoro, eu precisava desabafar com alguém e desabafei com ele. E foi aí que me toquei que não estava mais falando com o menino de 13 anos. Me encantei com as palavras que ele me disse; pensei: “Quem casar com ele será uma sortuda”.  Conversa vai, conversa vem, eu tava apaixonada pelo pirralho, não acredito. Ele dizia eu te amo e eu queria revidar, mas achava cedo pra isso.

O resultado é que um dia eu disse eu te amo primeiro. E depois o negocio ficou sério. A principio só namorávamos pela net, as circunstancias não nos deixava ficar juntos, não ainda. Chegamos a nos ver por acaso. Por acaso não. Foi Deus, porque eu pedi um sinal e Deus respondeu. Disse a Deus: “Se ele é o meu, quero vê-lo em um dia que eu menos espere” e foi assim que aconteceu.


Estamos namorando em casa à 1 ano.  Eu sou feliz. Vou me casar com ele, tenho certeza!
Imagina se eu não tivesse reprovado a 8º série? Porque será que o ex namorado esqueceu de deletá-lo do meu MSN? E mais: Porque será que guardei esses anos todos o que ele tinha feito na ultima folha do meu caderno?

Se ligou nos mínimos detalhes?


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

meninomiel disse...

:'D

Pirralho de sorte esse!

Juliana Fonseca disse...

Já disseram: A gnt está onde Deus quer que a gnt esteja!
Então era para ter acontecido desse jeito mesmo! ;D
Bjs

Postar um comentário

Prometo que te respondo, tá? ;}